sábado, 9 de março de 2019

Devocional do dia: A Escuridão

plan-image

Gênesis 15 apresenta um dos mais notáveis se não macabros episódios na vida de Abrão.

Para um nômade, a promessa de uma terra a ser possuída deve ter sido reconfortante e também difícil de acreditar, então seria natural que Abrão respondesse à promessa de Deus. (v. 7: "Eu sou Deus, o Senhor; eu o tirei da Babilônia, da cidade de Ur, a fim de lhe dar esta terra para ser sua propriedade.”) com um pedido de garantia (v. 8: "Como posso ter certeza de que esta terra será minha?”). O que é surpreendente não é o pedido, mas o sinal que Deus fornece.


Animais são trazidos perante Deus, partidos em dois, e depois arrumados em sua frente. O escritor deixa claro que logo que o sol se põe, Abrão não adormece simplesmente, mas vivencia uma "terrível e grande escuridão.” Na escuridão espessa, um fogareiro esfumaçante e uma tocha acesa passam entre os pedaços e o episódio termina com a declaração, "Nessa mesma ocasião o Senhor Deus fez uma aliança com Abrão." (v. 18).


O que está acontecendo? No Antigo Oriente Próximo, quando as partes firmavam uma aliança isto era frequentemente representado por um sacrifício ou por algum outro ato conforme a pena que cairia sobre a parte que não cumpriu sua quota no acordo. Isto significava que ambas as partes estavam dispostas a honrar o acordo com a possível perda de suas vidas - seu destino seria o mesmo que o dos animais. Na escuridão Abrão testemunha Deus (representado como o fogareiro esfumaçante e a tocha) passando pelos pedaços, e contudo ele mesmo não precisava fazê-lo!


Os escritores do evangelho observam que quando Jesus morreu, uma escuridão caiu sobre a terra, e naquele momento, nós vemos o sacrifício que Deus fez para honrar suas promessas para nós. É uma lembrança que ele foi para o túmulo para nos dar os céus, tornou-se isolado para nos dar um lar, e vivenciou a escuridão profunda para nos trazer para a luz. De fato, é esta a visão que confortou o medo de Abrão em Gênesis 15:1 ("Abrão, não tenha medo. Eu o protegerei de todo perigo e lhe darei uma grande recompensa."). É este o seu conforto também?


Oração


Pai, lembre-me que porque Jesus vivenciou a escuridão, você me mostra a sua luz, porque ele vivenciou o isolamento, você me promete um lar; porque ele vivenciou o túmulo, você me dá os céus. E me ajude a não ter medo, porque você é o meu escudo e recompensa muito grande. Em nome de Jesus, amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade, sem direcionar o seu comentário a nenhum membro ou pessoa particular. lembre-se que seu comentário ficará visível e poderá ou não ser respondido por qualquer pessoa.