segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Partido de Bolsonaro, PSL usou laranjas para lavar dinheiro de sua campanha, afirma Folha

Resultado de imagem para bolsonaro

Segundo a Folha de SP o presidente do PSL em Minas, onde foi, no ano passado, o deputado federal mais votado criou quatro candidatos-laranja.
Esses candidatos receberam dinheiro do fundo partidário mas, na verdade, não fizeram campanha.
Receberam, ao todo, R$ 279 mil. Todas mulheres eram mulheres.
Folha explica:
O valor representa o percentual mínimo exigido pela Justiça Eleitoral (30%) para destinação do fundo eleitoral a mulheres candidatas.
Daquele valor repassado às quatro candidatos, R$ 85 mil foram parar de quatro empresas de assessores, parentes ou sócios de assessores do agora ministro de Bolsonaro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade, sem direcionar o seu comentário a nenhum membro ou pessoa particular. lembre-se que seu comentário ficará visível e poderá ou não ser respondido por qualquer pessoa.