quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Bretas concede perdão judicial a doleiro que derrubou Pezão

Edimar Dantas relatou propina de R$ 4,8 milhões
Por Ernesto Neves

Pezão na cadeia: delator recebe perdão judicial (Marcelo Sayão/EFE)
A pedido do Ministério Público Federal, o juiz Marcelo Bretas concedeu perdão judicial ao doleiro Edimar Dantas, réu na ação penal resultante da Operação Cadeia Velha.

Dantas trabalhou como funcionário de Álvaro Novis, operador do esquema de Sérgio Cabral.

Ele relatou aos procuradores ter levado R$ 4,8 milhões em propina para o ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão.

O dinheiro, segundo Dantas, foi entregue assim que Pezão assumiu o governo do estado, em 2014.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade, sem direcionar o seu comentário a nenhum membro ou pessoa particular. lembre-se que seu comentário ficará visível e poderá ou não ser respondido por qualquer pessoa.