terça-feira, 29 de novembro de 2011

O médico Cleodon Rodrigues está disposto a disputar as eleições 2012 em Tenente Ananias-RN!

Segundo o Jornal de Fato o médico Cleodon Rodrigues está disposto a disputar as eleições 2012 em Tenente Ananias-RN. Na entrevista o medico que é filho do empresário Tadeu Rodrigues, critica claramente o governa da prefeita Maria José. Cleodon revela que está estimulado para se lançar candidato a prefeito em Tenente Ananias pelo PMDB e procura dialogar com todas as alas oposicionistas como forma de fortalecer o projeto.




Veja a matéria feita pelo “Jornal de Fato”:



Tenente Ananias – “Está na hora de Tenente Ananias se livrar do marasmo na administração pública e experimentar um novo modelo de gestão.” A opinião é do médico Cleodon Rodrigues, diante da falta de políticas públicas que aproveitem a oportunidade de desenvolvimento socioeconômico do município alto-oestano.

Cleodon Rodrigues pontua vícios antigos que insistem na atual administração municipal. Segundo ele, a prefeita Maria José (PSB) se satisfaz em apenas pagar os salários dos servidores, esquecendo que governar é muito mais do que isso. “As pessoas precisam de emprego, de renda, de melhorias na saúde, de educação e de condições de vida digna”, defende.

De origente de família de comerciante, o médico mostra o exemplo de como investir na cidade para melhorar a vida das pessoas. As empresas de seu pai, comerciante Tadeu Rodrigues, criam vagas de trabalho e empregam pessoas exclusivamente do município. A rede JTR, que conta com uma distribuição e indústria textil, se prepara para dotar a cidade do primeiro condomínio-clube, o West Ville Residence. Também projeta a construção de um hotel clube. “É prova de que acreditamos e investimos em Tenente Ananias”, diz. “E que a administração pública poderia seguir o exemplo.”

Para Cleodon Rodrigues, a mudança na gestão pública só será possível com a substituição de nomes que estão no poder. Ele se propõe a representar o novo momento de Tenente Ananias, colocando o seu nome para avaliação do eleitor. Filiado ao PMDB, o médico está disposto a disputar a Prefeitura em 2012.

Segundo ele, não trata-se de um desejo de poder, mas, sim, de oferecer a sua colaboração com o futuro do município. Ele já trabalha na área de saúde para atender as pessoas que não encontram assistência na rede municipal de saúde. Na Fundação de Assistência Social e Cultural Vicente Jácome da Costa, o médico atende a mais de 50 pacientes por semana, em dias alternados. “Nos atendimentos, a gente sente que o cidadão está decepcionado com a administração municipal. É o sentimento de quem deseja mudança”, diz Cleodon.
A partir da constatação de que as pessoas estão decepcionadas com a atual prefeita, o médico se sente estimulado para se lançar candidato. Ele, porém, sabe que precisará de costura política para viabilizar o palanque da oposição. Para isso, Cleodon Rodrigues vai abrir diálogo com todas as alas oposicionistas, como forma de fortalecer o projeto.

2 comentários:

  1. sou de acordo a ter mudanças na administração (mas) por alguém humilde que queira servir ao povo. que esteja presente na vida cotidiana de nossa gente querida. por enquanto ninguém no atual plantel político de tenente se sobressai a prefeita maria José. não sou de acordo a uma pessoa se perpetuar no cargo. na verdade, diante de uma mala cheia se ver o humilde se esconder do povo, perdendo a chance de se tornar um concorrente forte. coma com os fracos e se tornará mais forte: comer com os ricos perde-se a referencia e se esquece de quem te colocou onde está. infelizmente nossos politicos se tornam assim.

    ResponderExcluir
  2. é uma pena a gente ver pessoas tão bem intencionada perderem sua indentidade com o povo se afastando daqueles que te elegeu após a eleições. por que o ser humano é assim de dupla personalidade? é o dinheiro: ou é o medo de alguém lhe pedir alguma coisa.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade, sem direcionar o seu comentário a nenhum membro ou pessoa particular. lembre-se que seu comentário ficará visível e poderá ou não ser respondido por qualquer pessoa.