quinta-feira, 2 de junho de 2011

MACONHA: LIBERAR OU NÃO LIBERAR, EIS A QUESTÃO.

Está acontecendo no Brasil desde o dia 7 de maio a macha da maconha, as pessoas saem nas ruas com intuito de legalizar a venda e o consumo da maconha. De acordo com os organizadores os principais objetivos da macha são: Criar espaços onde indivíduos e instituições interessadas em debater a questão possam se articular e dialogar; Estimular reformas nas Leis e Políticas Públicas sobre a maconha e seus diversos usos; Ajudar a criar contextos sociais, políticos e culturais onde todos os cidadãos brasileiros possam se manifestar de forma livre e democrática a respeito das políticas e leis sobre drogas; Exigir formas de elaboração e aplicação dessas políticas e leis que sejam mais transparente, justas, eficazes e pragmáticas, respeitando a cidadania e os Direitos Humanos.

Vai para o mundo das drogas somente aqueles que querem, se o dinheiro público investido para acabar com o tráfico ilegal fosse todo doado as crianças pobres deste país seriamos uma super potencia mundial.
Se o vagabundo morreu de overdose, a culpa e dele, quem mandou ir comprar maconha, foi uma escolha que ele fez, igual ao cigarro ou o álcool. Se o Vagabundo morreu tomando cana, a culpa é dele também.

Como seria o Brasil com a Maconha Liberada?


Todo mundo terá acesso a droga facilmente, teríamos um numero de viciados igual ao fumo, As violentas disputas entre traficantes pelo mercado de drogas não terminariam, Com mais viciados, poderia haver um aumento no número de crimes cometidos, em busca de dinheiro para sustentar o vício.
Poderia haver um aumento de dependentes, pois as drogas seriam mais baratas e acessíveis;
Grandes indústrias poderiam distribuir drogas e, como fazem com cigarros ou álcool, incentivar seu consumo;
Os sistemas públicos de saúde gastariam mais com o tratamento dos dependentes;
Menos pessoas morreriam no combate ao tráfico;
Centenas de bilhões gastos todo ano por governos do mundo todo com a repressão às drogas poderiam ser investidos em outras áreas;
Poderia haver redução da criminalidade, pois muitos crimes são cometidos para financiar o tráfico;
Haveria menos presos apenas por uso de drogas e, portanto, haveria mais espaço nas cadeias para criminosos perigosos;
Poderia haver maior controle de qualidade das drogas, o que reduziria o número de mortes.

O QUE VOCÊ ACHA?
circulodfogo@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade, sem direcionar o seu comentário a nenhum membro ou pessoa particular. lembre-se que seu comentário ficará visível e poderá ou não ser respondido por qualquer pessoa.